domingo, 12 de setembro de 2010

Cenas

CENA 1

Jardim da casa de Capuleto. Entra Romeu.

ROMEU- Só ri  das cicatrizes  quem ferida nunca nunca sofreu do corpo.
( Julieta aparece na janela)
ROMEU- Ah! se eu fosse uma luva dessa mão,
para poder tocar naquela face!
JULIETA - Ai de mim!

Nesse mesmo instante, Melissa ( a garota que interpreta Julieta) desvia por um instante seu olhar de  Júlio ( Romeu) para a direção do professor de Matemática ( sua paixão secreta) que estava na platéia. Mas Fábio (o garoto da cortina) olhava loucamente para ela ,Melissa:  a gatora  mais bonita da quinta serie. Fábio odiava essas coisas de teatro. Só aceitou fica nas cortinas para ficar mais perto dela .


Não bastava estudar na mesma sala, ela também morava na mesma rua. Ele sabia quase tudo sobre ela. Só não tinha coragem de declarar seus sentimentos.

Já na ultima cena, após a tragédia de Romeu e Juleita, as famílias rivais fazem as pazes. As cortinas se fecham. Aplausos. Cortinas se abrem.  O elenco todo vai ao palco. Apesar da agitação ,ela olha pro lado ,tentando encontra seu amigo ,o garoto da corina. Mas foi em vão, porque ele estava  longe, precisamente no banheiro, pois tinha ficando a peça inteira  comendo salgadinhos. Maldito teatro. Malditos salgadinhos.

*****************************

CENA 2

 Cortinas se abrem. A cena se passa em uma praça. Lá encontra-se um casal de velhinhos sentados em um banco.

ELA – Me diz uma coisa
ELE - Quê? Num entendi nada!
ELA  - Me diz uma coisa seu surdo!
ELE  - Hum...
ELA   - Você realmente me amou durante todos esses anos?
ELE    - Dor de cabeça..
 ELA   - Heim?!
ELE    - Você me da dor de cabeça
 ELA   - Como é que é?!
ELE   - Eu disse que essa conversa ta em dando dor de cabeça. cê sabe onde ta o meu remédio?
ELA    -Além de esclerosarado voce é velho insensíve! Tem mais doenças do que sentimentos por mim.
ELE    - E quem disse que não gosto de você mulher?

Nesse momento a velhinha estava pegando sua bolsa. Após alguns minutos, ela conseguiu encontrar o frasco. Era o remédio dele.

ELA- Eu sei que você nunca gostou de mim
ELE-  Você está exagerando! Claro que gosto de você. A diferença é que hoje moramos separados e nos casamos com outras pessoas.
ELA-  Isso é verdade
ELE- O quê?!
ELA-  Que nos casamos de novo.
ELE- Quem casou?
ELA- Desisto.
ELE- De quem?
ELA-  De você!
ELE- Por quê?
ELA-  Você me traia.
ELE-  Você também.
ELA- Mas eu te amava.
ELE-  E eu a minha brasilia 76.
ELA-  Aderbal!
ELE- Hum?!
ELA - Pro escambal o seu remédio!
ELE- Quê mulher?

Antes de se iniciar outra briga, um grande barulho surgiu. Era uma tempestade que estava sendo anunciada. Os dois se entreolham. Olham para cima. Cai uma gota na cabeça de cada um. Começa a chover.  Ele tira do seu ombro um  velho guarda chuva. Pega na mão da sua velha companheira e começam a dar gargalhadas ao som de uma velha cantiga dos anos cinquenta.

















*****************************************
CENA 3
Dois jovens e uma duvida: O que fazer no fim de semana.

- Vamos pro bar, disse ele.
- Não “bem” vamos pra night.
- Não mesmo!
- Você é sem graça sabia?
-Não sei do que cê ta falando.
-Sabe sim!

Ele ergue as mãos em sinal de duvida e ela mastiga um chiclete ouvindo a banda do momento. Provavelmente  mais uma musica sem sentido, mas que todos os jovens gostam.

- Já sei , disse ela
- O quê!
- Que tal o teatro!
- Heim?
- Eu disse , que tal irmos pro teatro?
- Ah tá.
- Então? O que você acha ?
- Bem.. sei lá.
-Xi.. o que foi, cê não gosto ne?

- Bem não é isso. Sabe, ate gosto, mas não tenho muita paciência pra esas coisas e nunca entendo essas peças. Olha , fiquei  sabendo  que vai passar aquele filme sobre os cachorros alienígenas com aquele casal ...

- Sério?  Não acredito!
- Uhum
- Então está decidido! Vamos pro Cinema!

Assim seguem os dois para uma fila onde varias pessoas estavam para a comprar o ingresso do filme OS ALIENIGENAS CANINOS 4. Algumas quadras dali ,precisamente em um teatro, uma peça esta acontecendo, platéia com dez pessoas. Cortinas se fecham.  
    




4 comentários:

O SEGREDO DOS ESCRITORES disse...

olá!
tudo bom???
muito prazer,me chamo Augusto César...
gostei muito do seu blogger. show de bola!
estou lhe seguindo,me siga também???
http://osegredodosescritores.blogspot.com/

Filipe Gonçalves de Almeida disse...

Muito bom seu blog, bem artístico...
gostei do roteiro...

http://www.supremux.blogspot.com/

Fábio disse...

Muito bom,gostei desse teu experimentalismo textual.Ficou bem interessante.Parabens!

http://oficinamissoes.blogspot.com/2009/10/banquete-com-mendigos.html

Rubens da Cunha disse...

valeu a visita no Casa de Paragens... esse texto vai para o teatro... deve ficar legal no palco