terça-feira, 12 de julho de 2011

A Resposta





Então ele leu todos os livros do mundo,
Mas mesmo assim não entedia
a questão mais simples da humanidade .

Indignado, ergueu seus braços para o céu e finalmente disse:
‘’ Mas afinal, quem é você?’’

De repente, iniciou-se uma ventania
Com sons peculiares e varias folhas
Ao redor daquela cidade.


E  uma voz ecou entre as nuvens :
‘’ Eu sou o silencio, eu sou a verdade’’


Finalmente ele tinha compreendido
A resposta para sua pergunta não estava naqueles livros
Mas em si mesmo.

10 comentários:

Alê disse...

As maiores perguntas que fizemos, tem sua resposta guardada na mesma caixa: nós mesmos,


Um beijo!

Myla disse...

a verdade esta dentro de nós!

Vozes ao Vazio disse...

interessante
;;;;;;;
gostei
:)

Gi Zamai disse...

Olá Robson, muito obrigada pela visita, volte sempre! Adorei seu cantinho, e este texto é verdadeiro, inteligente, as maiores e mais importantes respostas estão dentro de nós. Estou seguindo! Abraços

Vanessa Valença disse...

Oi Robson estou encantada com seu blog, gostei muito. Já sou seguidora. Abraços.

Quando quiser, me faz uma visita também: www.blogsensibilidades.blogspot.com

Pamela Dal'Alva. disse...

nossa q super profund.. amei.. muitoo XD
quero te pedir permissao de colocar esse poema no meu blog XD

kisu

Claudia disse...

Às vezes é bom fechar um pouquinho os olhos para enxergar melhor.

Kaic Aude disse...

Gostei da investida na poesia, Robson!

Thay Cosbet disse...

A verdade é nosso sangue que circula em nosso próprio corpo.
Damos vida ao que queremos dar.
Liked too ^^

Jovem Poeta disse...

Obrigado pela visita, Robson. Texto interessante. A busca de todos nós, artistas: um pouco de nós mesmos, espalhados nas nossas poesias, pinturas, desenhos, fotografias.

Volte quando quiser ao meu blog e meus parabéns pelo seu Cantinho Artístico.

Abraços do Jovem Poeta