quarta-feira, 3 de dezembro de 2008

O Palhaço Trovador




O palhaço com rosto pintado
Abre um sorriso
E acena para platéia
Que anseiam o espetáculo

Mas ele não conta piadas
E sim palavras cantadas
Faz lírica sobre a vida
Canta sobre o vento as flores
E as verdades que tanto fugimos

Assim ficou conhecido
Como palhaço trovador
Fez do picadeiro um placo cultural
Suas letras estavam na alma de quem ouvia
De repente, estavam com rostos pintados

Mas como um mistério
Ele desapareceu entre as cortinas
Seu violão ficou modo
Muita lagrima se espalhou pelo céu
Dizem que se transformou em carta
Se destacando entre reis e damas

Mas todos acreditam
Que em alguma parte ele esta
Cantando arte de viver
Pois o espetáculo não se acabara
Enquanto houver sonhos envolvidos nas pessoas
No palco da vida.

2 comentários:

Meire disse...

Já tava pensando que vc ia dizer que o TM tinha se acabado. rs

O espetáculo não se acabará! Viva! Viva!

Ragner disse...

Sonhar,é uma maneira de nos sentirmos vivos, nunca deixa de sonhar.